LUANE DIAS, DO PROGRAMA ESQUENTA É ALVO DE RACISMO

A youtuber Luane Dias, que faz parte do programa "Esquenta", sofreu um ataque racista pela internet neste domingo. As ofensas foram enviadas ao e-mail dela, que, indignada, resolveu denunciar compartilhando a mensagem em seu Instagram (veja abaixo). 

O texto se refere a youtuber com termos pejorativos e xinga ainda os familiares de Luane. Essa não é a primeira vez que ela é vítima de ofensas raciais na web. A youtuber vai nesta segunda-feira à Delegacia De Repressão aos Crimes de Informática, no Rio, fazer uma denúncia formal. 

"Estou chocada. A gente sempre acha que esse tipo de coisa nunca vai acontecer com a gente. Já fui alvo de ofensas raciais na minha página no Facebook, falando mal do meu cabelo e da minha cor de pele... Mas, desta vez, recebi um e-mail de uma pessoa me chamando de 'negra macaca' Não posso deixar isso passar. Racismo é crime e não podemos deixar isso passar em branco. Minha família está indignada", disse Luane. "Estou indo à delegacia fazer uma denúncia. O racismo tem que acabar".

Moradora da Cidade Alta, em Cordovil, na Zona Norte do Rio, a youtuber de 22 anos contou ainda que fez uma investigação com a ajuda dos seguidores e já conseguiu identificar o perfil responsável pelo ataque.

"Compartilhei o e-mail no meu Instagram, e meus seguidores acharam o perfil do Facebook desse rapaz. Não sei se é fake, não parece, mas o curioso é que ele também é negro", conta, ela.



Outras famosas como as cantoras Ludmilla, Preta Gil e Negra Li, e as atrizes Taís Araújo, Sheron Menezzes, Cris Vianna e Juliana Alves também foram alvos de ataques racistas nas redes sociais e também procuraram a polícia. Os atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank também denunciaram os ataques à filha Titi, de 3 anos.

PoliciaMG Página inicial