SUPOSTA TRAIÇÃO E GOLPES DE FACÃO LEVAM A POLICIA PRENDER AUTOR DE HOMICIDIO EM MINAS GERAIS

Policiais Militares do 26º Batalhão, comandados pelo Sargento Franquilin, foram acionados via 190, onde as informações davam conta de um desentendimento entre Baiano, 44 anos e Dinael, 25 anos.

Imagem meramente ilustrativa
O desentendimento evoluiu e Baiano desferiu golpes de foice contra Dinael, que atingido na cabeça foi socorrido as pressas por populares até o Hospital São Judas Tadeu.

A equipe policial realizou contato com Dinael no hospital, e segundo sua versão, ele encontrava-se em uma festa, onde Baiano teria se irritado com sua companheira, Rosa, 36 anos devido ao som alto. (Rosa e demais  pessoas relacionadas aqui, são reais, mas os nomes são fictícios para evitar constrangimentos).

Em continuidade, Baiano teria começado a agredir esposa, vindo ele Dinael intervir na situação, momento em que foi agredido com golpes de foice na cabeça.

De imediato, os policiais começaram a rastrear em busca de Baiano, vindo a encontrar Rosa, semi-nua andando pela rua. Rosaria contou aos militares com Baiano teria lhe agredido e se escondido em um matagal próximo.

Segundo Rosa, seu marido teria se irritado, uma vez que pegou no flagrante Dinael e ela, praticas sexuais, na cama do casal, enquanto Baiano dormia.


Em continuidade as buscas, os militares prenderam Baiano na casa do sogro de Dinael. Baiano estava no local aguardando a chegada de Dinael para mata-lo.

Consultados os registros policiais, descobriu-se que Baiano trata-se de pessoa foragida da justiça, sendo que matou duas pessoas na cidade de Colatina no Espírito Santo e outra em São Domingos da Prata em Minas Gerais.

Baiano assumiu e confirmou a versão prestada pela esposa.
PoliciaMG Página inicial