SEM AUMENTO DE SALÁRIO PM DE MINAS DEVE PARAR, SERÁ?!

Recentemente com a crise das Policiais Militares do Rio de Janeiro e em especial do Espírito Santo, circulou em grupos de WhatsApp, vários áudios falando sobre uma paralisação da Policia Mineira. Nós do site PoliciaMG, chamamos a atenção para alguns casos que descreveremos a seguir. No geral, sem a famosa "babação", nossos leitores diários são bem críticos e conhecedores dos fatos, e é neste sentido que gostaríamos de deixar algumas reflexões.

Os áudios divulgados, na sua grande maioria são FALSOS, não tem autoria conhecida, e vários deles, tratam-se de conteúdos antigos, oriundos até de outros estados.

O interessante nisto é pensar, o que leva um ser humano a propagar noticias falsas? Qual o interesse por de trás da situação?

Notem que os salários dos servidores de Minas tem sido parcelados, existem problemas de ordem política e econômica no cenário nacional. Os problemas tem sido algo recorrente no âmbito político, etc.. Mas não é ponto em questão de nossas reflexões.

Uma analise geral na situação do pais, dão conta de forma notória que imputam a crise financeira a diversos fatores, inclusive apontando como parte das soluções a reforma da previdência.

Existem variados projetos e emendas em âmbito federal, que sobrecarregam os trabalhadores, com o aumento de tempo de contribuição bem como o  valor pago pelo contribuinte. Mas volto a frisar, não é o alvo desta reflexão!


Me perdoem nossos representantes políticos e algumas associações  de militares, mas não raras vezes, percebo que utilizam um recurso chamado: "quanto pior melhor!". E por fim acabam legislando em interesse próprio e não da coletividade.

Hoje por exemplo: (15 de janeiro 2017), o Jornal o tempo, o segundo mais lido em Minas Gerais, publicou uma matéria falando que policiais militares de minas vão cruzar os braços em Março, pois reivindicam um aumento salarial.

É nisto que chamo a atenção, o Jornal o tempo, possui boa visibilidade em Minas Gerais, e tende a ser formador de opinião. Na matéria publicada pelo jornal, eles afirmam que os militares mineiros vão cruzar os braços, caso não tenham 20% de aumento.

Só para alguns leitores, que não sejam policiais entenderem, o editor deste post é o Soldado Toledo, sou militar em Minas Gerais e AFIRMO SEM MEDO DE ERRAR, eu e mais de 80% do efetivo da Policia Militar, desconhece qualquer ato neste sentido para se gerar uma greve. Nós Militares de Minas Gerais, possuímos um canal de interação da Instituição, que se chama INTRANET PM. Todo e qualquer ato Institucional da Policia Militar é tratado por este canal, NÃO HAVENDO NENHUM OUTRO MEIO AUTORIDADE, para falar em nome dos Militares. OU SEJA, NÃO TEM NADA DE GREVE POR PARTE DA POLICIA MINEIRA, TUDO NESTE SENTIDO ATÉ ESTA DATA, TRATA-SE DE ASSUNTO FALSO!

A questão do aumento e o fim do parcelamento dos salários é algo MUITO JUSTO e preciso. Mas o que me parece claro, é o fato do desejo pessoal de alguns em ganhar notoriedade, se valendo dos tristes episódios da Policia Carioca e Capixaba, tentando provocar em Minas um Caos que não existe.

É preciso ter responsabilidade com os atos praticados. É publico e notório, que não só a PM, mas todos os servidores públicos correm eminente perigo de perda de direitos com a reforma da previdência. Mas tão notório quanto isto, é perceber que algumas pessoas praticam atos para ganhar notoriedade e angariar simpatia, enquanto na verdade, tudo que precisamos é de união e honestidade quanto a divulgação de informações.