CANTOR JUNIOR LIMA CONTA QUE FEZ TERAPIA PARA LIDAR COM BOATOS DE SER CHAMADO DE GAY.

O cantor Junior Lima quebrou tabus e falou sobre relatos da sua vida pessoal e sexualidade, no vídeo divulgado no Youtube, no canal de Fernando Grostein, amigo pessoal do cantor.

O cantor contou que sofreu bullying na adolescência e teve que fazer tratamento psicológico para lhe dar com tudo isto.

"Eu sofria bullying de tudo. Era pelo cabelo, era porque eu era famoso, era por ser filho de sertanejo", desabafou Junior. "Teve um período na minha vida que eu tive que aprender a andar e me fingir de surdo no colégio. [...] Eu tive que superar esse tipo de coisa e entender que não tinha nada demais também, quando começou esse lance de gay. Foram fases", disse ele.


"Depois começou a ir para a mídia", disse Junior, que revelou que a imprensa já até arrumou um namorado para ele. "Não tinha como brigar com isso. Seu eu brigasse, ia inflamar ainda mais", contou. "Quando me chamavam de gay, no fundo, me incomodava. Mas chega uma hora que você vai se conhecendo melhor e vai percebendo que você não tem que provar nada para ninguém".

"Eu não fui só vítima, eu também fez bullying. Você cresce nesse ambiente [...]. Eu sou um cara muito bem resolvido e tenho minhas terapias para resolver esses assuntos", disse ele. "Eu sei das minhas horas de terapia e crise do pânico", revelou. Veja o vídeo.


PoliciaMG Página inicial