GUARDA MUNICIPAL LEVA FERRO POR "SER BOM SAMARITANO"

Um Guarda Municipal de Belo Horizonte, se enrolou todo na tarde de quinta-feira (30 de novembro 2017) na Rua Ponte Nova, no Centro de Belo Horizonte.

Tudo começou quando o agente se deslocava para o trabalho e presenciou um automóvel HB-20, se deslocando na via de forma eminente a provocar um grave acidente.

Visualizada esta situação, o agente municipal de livre iniciativa e visualizando a eminencia de um atropelamento, uma vez que alunos do Colégio Batista estavam transitando na via, não teve duvidas, sacou sua arma e realizou a abordagem ao automóvel.

O Guarda Municipal, gritou parado policia, o que chamou  atenção das pessoas próximas que passaram a observar a ação. Do automóvel suspeito, desceu uma mulher de 27 anos, que exaltada começou a proferir agressões ao GM, que por sua vez disse que adotaria as medidas cabíveis no caso, inclusive lavrando multas contra a condutora.

Um advogado se aproximou do local e visualizou a conduta do agente da lei, e se pôs a favor da mulher, dizendo que o Guarda não estava de serviço e que por este motivo agia com abuso de poder.

A Policia Militar foi acionada e todos os envolvidos encaminhados a Delegacia de Juizado Especial.

A mídia jornalista no geral esta criticando a ação preventiva do Guarda.

O administrador deste site entende, que se existem duvidas quanto a legalidade da ação do Guarda, estas devem ser apuradas. Contudo chama a atenção de todos para os seguintes fatos. Se o veiculo houvesse atropelado um aluno, o dano seria muito maior. Não foi o agente Municipal o causador dos fatos que deram origem a uma abordagem.




PoliciaMG - Seguir este site