TUMULTO NA UPA E NA DELEGACIA DE MENORES. VEJAM OS VIDEOS

Uma confusão na Delegacia de Menores no centro de Belo Horizonte, fechou a Rua Mato Grosso do Sul, na noite de sábado, 22 de junho de 2019, onde manifestantes foram dispersos por policiais.

Tudo começou, quando Militares do 41º Batalhão durante patrulhamento de rotina, depararam com  03 indivíduos, na Rua Santa Tereza de Ávila, Bairro Santa Rita, região do Barreiro em Belo Horizonte, na prática de crime de tráfico de drogas. Os suspeitos tentaram fugir a pé, mas foram alcançados e detidos. Um deles, identificado como Victor Marciano, 19 anos, se fez resistente, tentando agredir o policial, que conteve a ação.


Victor estava acompanhado de Matheus Rodrigues, 28 anos e de um adolescente de 16, sendo encontro caído ao solo em um passeio próximo a eles, uma porção de maconha, que segundo a PM não foi possível visualizar quem teria arremessado.

Os suspeitos foram encaminhados à viatura Policial, para prestarem esclarecimentos na delegacia, contudo, parentes dos conduzidos, interferiram na ação policial, tentando retirar o preso da viatura, sendo necessário aos policias se retirarem rapidamente do local, devido ao grande numero de pessoas.



Os presos foram levados, como procedimento de praxe, até a UPA Diamante, com o objetivo de passarem por consulta médica, demonstrando estarem em plena saúde física e mental, ocasião em que uma mulher, identificada mais tarde como Poliana de Souza, 31 anos adentrou ao estabelecimento médico, causando tumulto, onde aos berros questionava a ação policial, passando segundo a sua visão, manifestar contra a prisão dos envolvidos, sendo solicitada a ela por funcionários da área da saúde e por policiais, que se mantivesse quieta, que aquele local não é apropriado para gritos em razão de pacientes enfermos. Contudo, Poliana se fez resistente, passando a acionar pelo telefone militantes do MLB (Movimento de Luta nos Bairros) e UJR (União Juventude e Rebelião).



Devido aos tumultos gerados, Poliana acabou presa por desacato e importunação do trabalho alheio. Os vídeos constantes na matéria foram registrados por câmeras de celulares de testemunhas e monstram parte do tumulto ocasionado na UPA Diamante e na porta do DOPCAD (Delegacia de Orientação e Proteção à Criança e Adolescente), onde integrantes dos movimentos MLB e UJR se aglomeraram e realizando manifesto contra a prisão de Poliana.



Segundo testemunhas o manifesto começou pacifico, contudo em dado momento, os manifestantes que estavam em grande numero tentaram invadir a delegacia e retirar Poliana do local, fazendo-se necessário por parte do Estado, a presença de forças policiais, tais como PUMA (Policia Civil), Tático Móvel e Batalhão ROTAM (PMMG), para intervir no caso, dispersando os manifestantes.



Comentários